PLANTAS Ornamentais
Plátano - Platanus x hispanica
Ornamentais
O plátano é uma árvore decídua, monoica, frondosa e muito ornamental, largamente utilizada em regiões de clima subtropical e temperado, na arborização urbana. Essa variedade, muito cultivada nas cidades serranas da região sul e sudeste do Brasil, é originária do cruzamento entre as espécies Platanus ocidentalis e P. orientalis. Ele possui crescimento rápido e pode atingir 40 metros de altura e 3 metros de diâmetro. A casca do seu tronco é fina e descamante, o que lhe confere um belo aspecto manchado, com diferentes tons de branco, cinza, castanho e verde. Seu tronco é geralmente único e a ramagem pode ser bastante esparsa ou ereta, de acordo com a cultivar. A copa formada é ampla e arredondada. As folhas são grandes e lobadas, de cor verde-clara e tomentosas, logo que surgem na primavera, e que passam a tons de amarelo, laranja e marrom, além de ficarem glabras antes de cair, no outono. As inflorescências são globosas, em número de uma a três, em hastes pêndulas e não tem importância ornamental. Os frutos são esféricos, espinhosos e de cor marrom, formados por numerosas sementes do tipo aquênio, que se dispersam pelo vento. No paisagismo o plátano é frequentemente utilizado para formar belas alamedas, quando plantado em linhas, ao longo das calçadas, ruas e avenidas. Podemos também criar belos maciços em praças e parques, formando sombra farta para espantar o calor do verão. Ela é muito rústica e longeva, sendo resistente ao vento, poluição, poeira, estiagem, calor refletido, além da compactação e pavimentação do solo. Por esse motivo, ela é uma das árvores mais plantadas no mundo todo, na arborização urbana. Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, preferencialmente leve, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação.